Novas campanhas do Windows 10 mostram o que o Mac não é capaz de fazer

Por Redação | em 29.02.2016 às 09h09

Windows 10

A Microsoft segue com sua agressiva estratégia de marketing para promover o Windows 10. Desde o lançamento do sistema operacional, a empresa vem apostando em comerciais mais incisivos que destacam suas características e novidades. E, desta vez, a companhia decidiu fazer esse tipo de publicidade ao mostrar como o novo Windows consegue fazer coisas que são impossíveis no Mac. É o bom e velho jeito americano de fazer propaganda: atacando a concorrência.

Durante a transmissão do Oscar na noite do domingo (28), a Microsoft trouxe uma série de vídeos que colocavam duas mulheres conversando sobre como o Windows 10 tornou suas vidas mais simples, sobretudo no trabalho. Só que a coisa toda não se resumiu a apenas falar da Cortana, da interface touchscreen ou mesmo do Windows Hello. Mais do que isso, elas apontavam como o Mac não era capaz de oferecer nada equivalente a esses recursos para compensar.

E isso é reforçado em vários momentos. Em um dos vídeos, a usuária do Windows 10 demonstra como o sistema funciona com telas sensíveis ao toque, o que deixa a fã da Apple claramente incomodada. Tanto que ela logo completa dizendo estar com inveja da colega, pois não possui esse recurso em seu Mac. Em outra propaganda, a Cortana é a bola da vez. Como a Siri não fez sua estreia nem mesmo nas últimas versões do OS X, a mulher tem de se contentar em ver a amiga usando a assistente de voz e concordar que aquilo é realmente muito útil.

O foco da campanha é exatamente mostrar como o Windows 10 é capaz de fazer muito mais que a concorrência. E a Microsoft não economizou esforços para mostrar que essa concorrência tem nome e logo. Por mais que muita gente não concorde com essa abordagem mais agressiva, a verdade é que ela é necessária, principalmente se levarmos em conta que a empresa pretende fazer com que o sistema dure mais alguns bons anos e que, mais importante, o mercado de PCs segue em constante e preocupante queda. Desse modo, atacar a Apple é a saída mais clara para tentar reverter essa situação e melhorar os números do mercado e, por consequência, de seu produto.

Via: The Verge

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar