4

Pessoas mais velhas que usam o Twitter têm menos tendência a depressão

Por Redação em | 30.07.2012 às 16h31

Twitter Casal Idosos

Muitas pessoas não gostam nem de imaginar que seus avós tenham um perfil nas redes sociais, ainda mais se eles ficarem lhe enviando recadinhos em todas as suas postagens. Mas uma pesquisa recente publicada pela Universidade do Alabama, Estados Unidos, mostra que as pessoas mais velhas que possuem uma conta no Twitter têm menos tendência de desenvolverem depressão.

Idosos e computadorO uso das redes sociais pode evitar a depressão em pessoas com mais de 50 anos

A pesquisa ouviu oito mil homens e mulheres com idade superior a 50 anos sobre os seus hábitos na internet. De acordo com o Media Bistro, os entrevistados foram perguntados sobre como eles utilizam a internet e, principalmente, as redes sociais. E por último, foram feitos testes mentais e físicos com os participantes.

Estudos anteriores afirmam que doenças como a depressão aumentam sua incidência em pessoas com idades mais avançadas. Já o novo levantamento mostra que em pessoas com idade até 45 anos, os índices de depressão são menores e a doença atinge mais de 13% da população com mais de 85 anos.

O uso da internet e de redes sociais pode ser um dos principais métodos para combater a doença. O estudo mostrou que as pessoas com mais de 50 anos que utilizam o Twitter e o Facebook têm um terço a menos de chances de desenvolver os sintomas da depressão do que as pessoas que não utilizam esses mecanismos.

Uma pesquisa da Pew Internet também mostra que mais de 53% da população norte-americana com mais de 65 anos utiliza a internet regularmente.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

RECEBA NOSSAS
NOTÍCIAS POR E-MAIL
ASSINE NOSSA NEWSLETTER DIÁRIA