Nielsen inclui Facebook em suas medições de audiência de programas de TV

Por Redação | em 21.01.2016 às 15h50

Segunda Tela

Na última quarta-feira (20), a Nielsen anunciou que está expandindo o "Twitter TV Ratings" para incluir o Facebook e, futuramente, o Instagram, em suas medições de audiência. Com a novidade, as publicações na rede social que forem relacionados a séries e programas de TV passarão a ser levadas em conta nas métricas da empresa.

Em 2013, a Nielsen anunciou o Twitter TV Ratings, uma nova forma de contabilizar e estimar quantas pessoas estão falando a respeito de programas de TV na rede de microblogging, baseado nos dados dos usuários do serviço. Com estas informações, a empresa conseguirá saber quais programas, séries ou filmes estão sendo mais comentados nas redes sociais, descobrindo assim sua “audiência social”.

Agora, com a inclusão do Facebook neste método de classificação de conteúdo, a métrica irá incluir mensagens compartilhadas na rede social com amigos, seguidores e publicamente. Isto quer dizer que a Nielsen terá acesso também às suas postagens não públicas.

A empresa disse que a inclusão do Facebook em sua classificação de conteúdo social "reflete o compromisso da Nielsen para adaptar continuamente seus serviços para atender às necessidades da indústria" e também é "parte do esforço contínuo da Nielsen para evoluir suas medidas para refletir o público total [de um programa] em todas as telas e plataformas".

A nova medição vai incluir posts autorais (posts e tweets, por exemplo), engajamento (comentários, curtidas, respostas, retweets, entre outros), alcance (impressões e audiência) e dados demográficos (idade e sexo). Ao mensurar as conversas relacionadas a um determinado programa por meio das redes sociais, as redes de TV e provedores de conteúdo via streaming podem avaliar a eficácia das estratégias de engajamento do público social e compreender melhor a relação entre a atividade social e o consumo de conteúdo. Além disso, a medição social também deve ajudar agências e anunciantes a montar seu planejamento de mídia.

Fonte: Nielsen

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar