Cuidado: sua webcam pode estar sendo controlada por hackers

Por Redação | em 21.06.2013 às 09h20

webcam

Uma instituição sem fins lucrativos aconselha os internautas a cobrirem suas webcams quando não estiverem em uso, pois hackers podem usá-las para espionar as pessoas. A 'Childnet International' diz que o caso ainda é raro, mas real.

A 'BBC Radio 5 Live' descobriu sites onde hackers trocavam fotos e vídeos diversos capturados por webcams ao redor do mundo, mas sem o conhecimento de seus donos.  O serviço de rádio da BBC encontrou um próspero mercado negro, onde o acesso a computadores infectados era vendido e comprado tranquilamente.

Os hackers são capazes de obter acesso aos computadores das vítimas usando RATs (Remote Access Trojans),  um tipo de malware que fornece acesso remoto ao computador através de sua conexão com a Internet. Alguns tipos de RAT incluem uma função que permite o acesso à webcam de quem foi infectado sem o seu conhecimento. O malware se espalha por meio de arquivos infectados ou bots presentes em determinadas páginas da web.

De acordo com a BBC, o executivo-chefe da Childnet International, Will Gardner, afirma ter evidências informais de webcams hackeadas, embora ainda seja algo raro. A Childnet é uma organização sem fins lucrativos que trabalha com outras organizações para ajudar a tornar a internet um local mais seguro para as crianças.

O conselho fundamental é o mais básico de todos: não clicar em links ou abrir anexos de pessoas que você não conhece. "Apontar a webcam para a parede ou cobri-la pode ser uma boa prática, ou fechar a tampa do laptop", aconselha Will.

Durante a investigação, a BBC Radio 5 Live se deparou com Matti, um finlandês de 17 anos, que diz ter invadido cerca de 500 computadores e obteve informações que vendeu para outras pessoas, para que pudessem instalar seus próprios programas e controlar outros computadores e suas respectivas webcams remotamente. 

"Sempre existem pervertidos na internet que querem comprar 'bots' de mulheres, e, provavelmente, eles querem acesso à webcam para tirar fotos e vendê-las", diz o adolescente. Ele diz ainda que o acesso à webcam de uma mulher pode ser vendido pelo mesmo valor do acesso a 100 computadores pertencentes a homens. Quando questionado sobre a legalidade do que estava fazendo, Matti diz que realmente não se importa com isso, afinal ele estava ganhando dinheiro.

Dicas de segurança com sua webcam:

  • Tenha cuidado com e-mails e mensagens de redes sociais vindas de estranhos. Na verdade é importante desconfiar até mesmo dos conhecidos que enviam mensagens fora do padrão rotineiro;
  • Certifique-se de que seu antivírus está atualizado;
  • Evite colocar webcams em quartos e em outras áreas privadas;
  • Cubra a webcam ou aponte-a para a parede quando não estiver em uso;
  • Tenha certeza de que pode confiar nas pessoas com quem conversa pela webcam, e lembre-se que todas as imagens trasmitidas por ela podem ser gravadas e potencialmente compartilhadas na rede.
Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar