Mulheres são maioria em redes sociais do Brasil, China, França, Inglaterra e EUA

Por Redação | em 29.01.2016 às 09h13

mulheres mídias sociais

No ocidente, as redes sociais líderes de preferência são o Facebook e o Twitter. Na China, o Weibo é o serviço mais utilizado. Mas independentemente de qual seja a plataforma analisada, o número de mulheres já ultrapassa os usuários homens em diversos países. Foi o que revelou o terceiro estudo Social Media Impact Report, da Kantar, sobre o uso das redes sociais pelo mundo.

Os resultados revelaram que, atualmente, as redes sociais do Brasil, China, Estados Unidos, Reino Unido e França contam com mais usuárias do que usuários. O Brasil é um dos países mais ativo nas redes sociais: os dados mostraram que 58% dos brasileiros acessaram redes sociais no último mês, número maior do que a China, onde 56% dos usuários de internet entraram em alguma rede social no mesmo período. Já nos Estados Unidos, 62% dos usuários falaram que usaram redes sociais nas últimas quatro semanas, contra 50% na França e 36% no Reino Unido.

Kantar Social Media Impact ReportO gráfico mostra o percentual de homens e mulheres que utilizam as redes sociais nesses países (Reprodução: Kantar)

Sobre as mulheres já serem o maior público dessas ferramentas, Li Yan, gerente do departamento de mídia e comportamento de consumo na CTR (que faz parte da Kantar), diz que “fica muito claro que as mulheres gostam de conversar e compartilhar ideias, e as mídias sociais oferecem uma plataforma que propicia esse tipo de interação”. A executiva também acredita que “usar as mídias sociais para exibir anúncios pontuais pode ser uma boa ideia para marcas que tenham as mulheres como principal público alvo”.

O estudo também buscou apontar as consequências para as pessoas que passam a utilizar mais as redes sociais do que realizar outras atividades. Os usuários chineses relatam problemas com relação à diminuição da qualidade do sono e da acuidade visual, e também reclamaram da falta de privacidade que uma vida online acarreta.

Fonte: Kantar

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar