3

Fundador do MySpace ironiza usuário e causa polêmica no Twitter

Por Redação em | 22.12.2012 às 18h55

Tom Anderson

O fundador do MySpace, Tom Anderson, se envolveu em uma polêmica no Twitter e se descreveu na rede social como "o cara que vendeu o MySpace em 2005 por US$ 580 milhões (R$ 1,2 bilhão), enquanto você trabalha como um escravo esperando um dia de folga". As informações são do Mashable.

Anderson fundou o MySpace em 2003 junto com Chris DeWolfe e, em 2005, o site foi vendido para a News Corp., de Rupert Murdoch. Desde então, a rede social de música vem tentando se manter diante do grande sucesso do Facebook. Recentemente, ganhou um novo visual com o apoio do cantor Justin Timberlake.

A polêmica começou depois que Anderson publicou uma mensagem em seu perfil pessoal no microblog defendendo as mudanças nos termos de uso do Instagram, já que é um dos grandes fãs da rede social de fotos. "As pessoas continuam perguntando, então eu vou dizer: o medo sobre a mudança nos termos do Instagram é ridículo...Caiam na real amigos!", escreveu Anderson.

Tweet polêmica Tom AndersonReprodução: Mashable

Um dos seguidores dele ficou indignado com a afirmação e respondeu ao tweet: "Falou o cara que não foi capaz nem de manter uma rede social funcionando". Anderson respondeu a provocação afirmando que, agora, ele é um milionário e pode viver viajando, enquanto o seu seguidor continua trabalhando como um "escravo".

Para completar, o seguidor que entrou na discussão com Tom Anderson excluiu sua conta no Twitter logo após a troca de mensagens, fazendo com que o cofundador do MySpace se considerasse o "vencedor" na disputa de opiniões e na troca de farpas.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

FIQUE ATUALIZADO
RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS POR E-MAIL