3DM pode ter crackeado o principal sistema antipirataria de games da atualidade

Por Redação | em 11.02.2016 às 11h23

Pirataria (HQ)

A realização de cópias ilegais de jogos existe há décadas, basicamente desde que os jogos começaram a ser disponibilizados para PC. Com a evolução das técnicas, piratear games se tornou mais complicado, com a indústria desenvolvendo ferramentas cada vez mais resistentes às investidas de hackers que tentam copiar jogos para disponibilizá-los na web. Atualmente, um dos principais grupos responsáveis pela pirataria de games é o chinês 3DM; do outro lado, uma das tecnologias mais poderosas de proteção da indústria é a Denuvo — e o embate entre as duas partes acaba de ganhar mais um episódio bastante interessante.

Recentemente, o pessoal do 3DM anunciou que a mais recente versão do Denuvo era tão resistente que provavelmente acabaria com a pirataria em jogos de computador dentro de alguns anos. Algumas semanas depois, o grupo informou ao mundo que ficaria um ano inativo, período no qual eles deixariam de quebrar os sistemas de proteção dos games a fim de dar uma folga para o mercado de jogos e verificar qual seria o impacto da pirataria no volume de vendas. Sem dúvida, o anúncio fez brilhar os olhos dos chefões da indústria, que poderiam produzir e vender seus games sem o fantasma da pirataria. Porém, a coisa não vem sendo tão simples assim.

Férias ainda não começaram

De acordo com o Torrent Freak, o 3DM anunciou que as férias ainda não começaram. Segundo um comunicado divulgado pela líder do grupo, conhecida como Bird Sister, a própria opinião do grupo a respeito da inviolabilidade da criptografia mais recente da Denuvo estava errada. “O 3DM vai, em breve, anunciar uma solução para a mais recente criptografia da Denuvo usada em jogos como FIFA 16, Just Cause 3 e Rise of the Tomb Raider”, escreveu Bird Sister.

“Nós [fizemos este anúncio] porque muitos jogadores acreditam que nós abandonamos o cracking devido a problemas técicos, mas provaremos que este não é o caso”, prossegue. “Nós ainda não fomos barrados [pelas medidas de proteção]”. Isso significa que apesar da promessa de trégua os esforços do grupo para piratear os games mais recentes ainda está a plenos vapores.

Entretanto, o grupo está em uma fase de maior discrição, então é pouco provável que a versão pirateada de FIFA 16 ou Just Cause 3 traga a marca da equipe de hackers chineses no release. “Claro, este não será um release chamativo ou oficial do 3DM”, finalizou Bird Sister.

Fonte: Torrent Freak

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar