Vídeos da Netflix passarão a ter melhor qualidade em conexões lentas

Por Redação | em 31.12.2015 às 16h00

Netflix

Mais de 60% do tráfego da internet em todo mundo é ocupado por serviços de streaming de vídeo, entre eles a Netflix. Tendo em mente a importância desse conteúdo digital, ela resolveu desenvolver uma tecnologia que melhora a qualidade dos vídeos do serviço, ajudando usuários com conexões mais lentas a terem vídeos de melhor qualidade.

O serviço de streaming, desde 2010, faz com que todos os filmes e séries sejam analisados por seu sistema e enviados da mesma forma ao usuário. A partir de agora, cada filme será analisado e encodado separadamente, afim de ser enviado pela internet ao usuário de forma diferente com o objetivo de otimizar a quantidade de dados enviados e, com isso, melhorar a qualidade que o filme chega ao aparelho. Segundo Anne Aaron, gerente de algoritmo de vídeos do Netflix, o objetivo é "melhorar a qualidade visual para todos os usuários independentemente do dispositivo que usam e da velocidade da internet que possuem. Queremos uma melhor experiência de streaming".

Aaron conta que em 2010 foi definido que, em média, conexões com velocidade em torno de 2 Mbps trazem imagens de 480p de resolução, enquanto que velocidades acima de 6 Mbits fornece 1080p ou Full HD. A partir de agora, cada filme terá sua própria regra de envio, deixando de praticar a regra anterior. Com a mudança, filmes que antes não reproduziam imagens em HD para conexões mais baixas agora podem rodar. "Cada cena será analisada e encodada de forma única", disse.

Filmes com menos imagens de ação, menos movimentados, e até mesmo desenhos, rodarão em resoluções mais altas com conexões mais lentas, visto que o sistema da Netflix fará essa análise durante o processo de codificação do vídeo.

Cerca de 30% dos títulos disponíveis já utilizam essa tecnologia. Até o final de 2016, a expectativa é que todo o catálogo já utilize a nova tecnologia. Com a melhoria, o tamanho dos vídeos vai diminuir. Sendo assim, será menos tráfego de dados na rede. "Queremos ser legais com a internet e não desperdiçar banda. O que conseguimos salvar desta banda em um videogame na casa do usuário poderemos usar em outro dispositivo na mesma casa, que também poderá assistir a outro vídeo da Netflix", afirmou Aaron. Após todo o catálogo de filmes Full HD passar pelo processo, a Netflix irá submeter os filmes em 4K.

Via IGN

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar