New York Times agora recebe mais com assinaturas do que com anunciantes

Por Redação em | 09.02.2013 às 10h00

New York Times

O jornal americano The New York Times anunciou que pela primeira vez sua receita vinda de leitores e assinantes superou a receita vinda de publicidade em 2012, diz o Business Insider. A companhia, que tem mudado seu foco do jornal impresso para o meio digital, afirmou que os lucros de seu último trimestre mais que triplicaram, chegando aos US$ 176,9 milhões (cerca de R$ 346 milhões).

Segundo Mark Thompson, presidente do NYT que assumiu o cargo em novembro do ano passado, o número de assinantes digitais do site cresceu 13% no último trimestre, provando que o modelo de cobrança por conteúdo é funcional. "[Os números] demonstram a disposição das pessoas aqui e ao redor do mundo de pagarem por jornalismo de alta qualidade, pelo qual o The New York Times e os outros títulos da companhia são conhecidos", afirmou.

No ano, o New York Times fechou a balança com um lucro de US$ 133 milhões (R$ 262 milhões) – comparada com o déficit de US$ 39,7 milhões (R$ 78,2 milhões) de 2011.

O NYT começou a cobrar por seu conteúdo em março de 2011, quando o acesso completo ao site do jornal só se tornou possível para pagantes. No final do ano, o grupo lançou o Boston Globe, de acesso exclusivo para assinantes.

O grupo projeta mais um crescimento no primeiro trimestre de 2013, empurrado por novas iniciativas de assinatura digital e por um aumento no preço do jornal impresso

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

FIQUE ATUALIZADO
RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS POR E-MAIL