David Bowie é homenageado por astronauta da Estação Espacial

Por Redação | em 11.01.2016 às 16h13

David Bowie

A morte repentina do astro David Bowie pegou muita gente de surpresa na manhã desta segunda-feira (11). Fãs em todo o mundo lamentaram o falecimento do cantor e compositor, que lançou seu 25º disco da carreira, Blackstar, na sexta-feira passada, dia 8 de janeiro, quando completou 69 anos. Um desses fãs é o astronauta britânico Tim Peake, que publicou em seu Twitter, direto do espaço, uma mensagem sobre o ocorrido.

"Triste por saber que David Bowie perdeu sua batalha contra o câncer – sua música foi uma inspiração para muitos", disse Peake, que atualmente está a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Além disso, ele comentou que hoje haverá uma seção especial do #spacerocks, um quiz musical em que Peake tuíta trechos de suas músicas favoritas e pede que os usuários respondam com o nome da canção e do intérprete. Pela ocasião, é provável que a brincadeira use as músicas de Bowie, em homenagem ao cantor.

As músicas de David Bowie, entre elas sucessos como Life on Mars? e Starman, sempre parecem estar entre as preferidas dos astronautas – e esta não é a primeira vez que um deles cita as composições do camaleão da música diretamente do espaço. Em maio de 2013, o também astronauta Chris Hadfield, prestes a se despedir do comando da ISS para retornar ao planeta, fez um videoclipe de Space Oddity, um dos maiores clássicos de Bowie, lançado em 1969.

No vídeo, Hadfield aparece flutuando por causa da gravidade zero, enquanto toca violão e canta trechos da canção sobre um astronauta que conversa com a base na Terra. "Com respeito ao gênio de David Bowie, aqui está 'Space Oddity', registrada na estação. Uma última olhada para o mundo", escreveu em sua conta no microblog. O vídeo já foi visto mais de 28 milhões de vezes. Assista:

Luto

Bowie morreu neste domingo (10) vítima de um câncer que ele lutava havia 18 meses. Sempre muito reservado com sua vida pessoal, a doença do artista só foi divulgada ao público agora. Nos últimos anos, o cantor fez poucas aparições e se manteve longe dos holofotes desde 2004, quando se submeteu a uma cirurgia cardíaca de emergência. Desde então, o compositor fez algumas participações especiais em alguns shows e programas de TV.

"David Bowie morreu hoje, pacificamente, cercado por sua família após uma luta corajosa de 18 meses contra o câncer. Ainda que muitos de vocês compartilhem nossa dor, pedimos que respeitem a privacidade da família neste período de luto", informou um comunicado divulgado na manhã desta segunda-feira (11) na página oficial do cantor no Facebook. O cineasta Duncan Jones, filho de Bowie, também se manifestou em seu Twitter, dizendo que ficará "offline por um tempo".

David Bowie nasceu em 1947, no bairro londrino de Brixton. Aos 13 anos, aprendeu a tocar saxofone, e aos 15 começou a tocar em bandas, em 1962. O sucesso chegou em 1969 no lançamento de Space Oddity, que narra a aventura espacial do astronauta Major Tom, abandonado na órbita da Terra – por sinal, aquele foi o mesmo ano em que o homem chegou à Lua pela primeira vez. Em 1972, lançou o disco The rise and fall of Ziggy Stardust and the spiders from Mars, que relata a história do extraterrestre Ziggy Stardust.

Outros de seus maiores hits incluem Let's Dance, Heroes, Life on Mars, Under Pressure, Rebel, Rebel e Suffragette City. O último trabalho de Bowie, Blackstar, tem sido bastante elogiado pela crítica. O último videoclipe lançado por Bowie é o da música Lazarius.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar