Busca por David Bowie tem crescimento de 2.700% no Spotify após sua morte

Por Redação | em 12.01.2016 às 11h44

David Bowie

Além das discussões infindáveis nas redes sociais sobre quem era fã de verdade e quem não era, a morte do cantor David Bowie resultou em outro fenômeno bastante curioso na internet. Toda a atenção e o luto em torno da perda do icônico artista fez com que o interesse em sua obra disparasse e alcançasse níveis estratosféricos em questão de horas. Apenas no Spotify, pouco tempo após a confirmação da notícia, a busca pelas suas músicas teve um aumento de 2.700%.

Parte desse crescimento absurdo está no próprio oportunismo do serviço de streaming, que preparou uma playlist com os maiores sucessos de Bowie para que os fãs relembrassem seus melhores trabalhos e também para apresentar àqueles que estavam ouvindo falar sobre o Camaleão do Rock pela primeira vez. Não demorou para que faixas como Lazarus, Let's Dance e Ziggy Stardust aparecessem entre as músicas mais tocadas na plataforma, juntamente com a música Blackstar, de seu último álbum lançado no dia 8 de janeiro.

Esse fenômeno, inclusive, se repetiu no Brasil. Entre as 50 músicas mais tocadas no Spotify no país, Bowie aparece várias vezes e à frente de nomes como Selena Gomez, Ariana Grande e Wesley Safadão — a prova definitiva de que o adeus do cantor foi bastante sentida por aqui. Ainda tinha gente reclamando das pessoas que nunca foram fãs do artista e que estavam conhecendo suas músicas somente agora como se isso fosse algo ruim.

David Bowie

Além disso, esse aumento no interesse também foi sentido em outras plataformas. No iTunes brasileiro, por exemplo, o álbum Blackstar se tornou rapidamente o disco mais vendido da loja, seguido pela coletânea The Best of David Bowie 1969/1974 e The Best of David Bowie 1980/1987. Ainda na lista dos dez mais populares, o disco Nothing Has Changed e Best of Bowie despontavam na quinta e na nona colocação, respectivamente. Em outras palavras, metade do Top 10 era ocupado por ele.

Já em relação às músicas individuais, a presença de Bowie era ainda mais marcante, com 7 das 10 mais baixadas no iTunes. São elas: Lazarus (1º), Blackstar (3º), Modern Love (4º), Starman (5º), I Can't Give Everything Away (7º), Dollar Days (8º) e Heroes (10º). Assim, se você ainda duvidava que ele era um dos artistas mais influentes dessa geração, essa explosão de interesse com a sua morte mostra não apenas o quão importante ele era para o cenário como a falta que ele vai fazer entre os fãs — os velhos e os novos.

Via: Mashable

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar