Apple anuncia versão menor do iPad Pro

Por Felipe Demartini RSS | em 21.03.2016 às 14h46 - atualizado em 21.03.2016 às 15h29

iOS 9.3

Quem achava que o iPad Pro era grande demais, já pode voltar a pensar em um tablet da Apple para o trabalho. Durante evento realizado na tarde desta segunda-feira (21), a Maçã anunciou uma nova versão do dispositivo, que chega ao mercado com tela de 9,7 polegadas, mas com todo o poder de seu irmão maior.

Isso se traduz não apenas em um processador mais potente, mas também nas capacidades de tela e utilização. Com um display muito mais sensível e trazendo maior capacidade de exibição de cores, a nova geração chega com as mesmas funcionalidades visuais do companheiro, trazendo o máximo possível de performance para jogos e aplicações gráficas, além dos quatro alto-falantes para fazer a alegria de quem consome mídia pelo tablet.

Nas palavras de Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple, que apresentou o produto, temos em mãos o melhor display já construído para um iPad. Com uma tela 40% menos reflexiva e com uma capacidade de cores 25% maior, o aparelho chega ainda com uma tecnologia chamada TrueTone Display, que ajusta a configuração da tela de acordo com a iluminação do lugar em que o usuário está, a partir de sensores localizados no próprio aparelho.

Apple Pencil

O grande destaque é o suporte ao Apple Pencil, caneta stylus de alta precisão que, até agora, era uma exclusividade do iPad Pro. Mais do que apenas um acessório de plástico para desenhos, o dispositivo se conecta de forma sem fio ao tablet para detectar, por exemplo, a pressão exercida pelo usuário durante o desenho, registrando isso em forma de traços mais grossos ou finos.

Por dentro do equipamento está o processador Apple A9X, a última geração de chips da marca. Não apenas é o dispositivo mais poderoso de sua família, nas palavras da própria fabricante, mas também garantia de que os desenhistas não verão delay nos traços, com uma resposta visual de apenas milissegundos, segundo a companhia.

Além disso, claro, acompanham todas as funcionalidades que já são de praxe nos dispositivos da Maçã. O novo iPad Pro chega com câmera de 12 megapixels proeminente e sistemas avançados de compressão e enriquecimento de imagens, de forma a capturar cenas com maior qualidade e muito mais vida. O sensor, ainda, é capaz de capturar vídeos em resolução 4K.

Acessórios iPad Pro

O sensor de impressões digitais TouchID também faz um retorno. Ainda falando em trabalho, junto com o novo iPad Pro, a Apple também vai lançar uma versão menor do Smart Keyboard, a capa com teclado que já existe para a versão maior do aparelho. Além disso, teremos novos acessórios, como um leitor de cartão SD ou um adaptador para conexão de câmeras USB, com download direto de fotos.

Uma última novidade é que, pela primeira vez, teremos um tablet em versão Rose Gold, além de opções em prata, cinza e dourado. Capas e teclados também aparecem em diversas opções, para que o usuário possa criar as combinações que preferir.

iPad Pro

Essa também será a primeira vez que um iPad chega em versão com 256 GB de armazenamento. Essa, claro, é a mais cara, saindo por US$ 899, cerca de R$ 3,2 mil em uma conversão direta. Existem também edições com 32 GB de memória, que sai por US$ 599 (aproximadamente R$ 2,2 mil), ou 128 GB, por US$ 749, ou mais ou menos R$ 2,7 mil.

Por enquanto, entretanto, nada de informações sobre preços ou disponibilidades no Brasil. Nos Estados Unidos, entretanto, as pré-vendas começam nesta quinta-feira (24), enquanto o lançamento acontece no dia 31 de março. 

Seguindo padrões

Apesar de os rumores anteciparem o anúncio de uma nova geração do iPad Air para esta segunda-feira, o anúncio de uma nova versão do Pro faz sentido. Com a versão menor, a Apple deseja seguir a mesma dinâmica que existe com seus notebooks, lançando versões com diferentes tamanhos de tela, mas o mesmo potencial de processamento e visual, de forma a abraçar uma gama maior de usuários.

O foco aqui está, principalmente, nos usuários casuais. Apesar de chegar com toda a potência e força do seu irmão maior, o iPad Pro é menor, atendendo aos pedidos daqueles que não gostaram tanto assim da tela de 12 polegadas da versão principal. Agora, essa categoria de clientes pode correr para as lojas para adquirir um novo tablet.

iPad Pro

Falando em notebooks, inclusive, a Apple não escondeu sua ambição de capturar os usuários do Windows, que podem estar usando um computador antigo e dispostos a trocar um novo. A empresa deseja tornar o iPad Pro uma boa alternativa para estes, de forma que eles percebam todas as capacidades do tablet e apostem na mobilidade, em vez de adquirirem um novo notebook. 

Resta a dúvida, entretanto, do que será feito com a linha Apple Air. A versão 2 do dispositivo permanece sendo o topo de linha na família de tablets, mas agora, tem uma versão bastante semelhante, mas com outro nome e capacidade bem maior, no páreo. Já há quem diga que a Apple estaria disposta a acabar com essa nomenclatura, permanecendo apenas com as versões Mini e Pro de seus aparelhos.

Sobre isso, entretanto, a Apple não se pronunciou no palco, preferindo dedicar todas as atenções para seu novo dispositivo. Mais informações sobre a linha Air, se existirem e, principalmente, se novas versões estiverem a caminho, devem ficar para eventos futuros.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar