Para o Papa Francisco, internet e redes sociais são uma dádiva de Deus

Por Redação | em 22.01.2016 às 12h25

Papa Francisco

Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades. Foi basicamente essa mensagem heroica que o Papa Francisco deu ao se referir sobre como a internet e as redes sociais podem ser benéficas para a sociedade. Segundo ele, quando usados com sabedoria, todos esses serviços digitais se revelam como uma enorme dádiva de Deus dada aos homens. E você achando que ela servia apenas para mandar GIFs e vídeos engraçadinhos.

Em comemoração do Dia Mundial das Comunicações da Igreja Católica Romana, o Sumo Pontífice destacou que o que realmente importa nesses novos tipos de comunicação não é o meio, mas a mensagem. Segundo ele, não é a tecnologia que vai determinar se aquilo é autêntico ou não, mas o "coração humano e a nossa capacidade de usar sabiamente os meios à nossa disposição". Em outras palavras, o modo como você se comunica e interage com os outros é irrelevante, pois o verdadeiro peso está na sua postura e no uso que você dá a todos esses recursos.

Pode parecer algo trivial, mas a mensagem de Francisco é bastante significativa, pois reaproxima a Igreja Católica da tecnologia, acabando com a visão antagônica que as duas possuíam. Em vez de manter a imagem de velho e novo que se confrontam, o Papa preferiu mostrar ao mundo que a tecnologia tem espaço dentro da religião. Para ele, a internet pode ser usada para promover o bem da sociedade e ser aberta à família. No entanto, ela também pode ser usada para, nas palavras do líder da Igreja, "levar a uma maior polarização e divisão entre grupos e indivíduos".

O mais curioso disso tudo é que essa relação de proximidade do Papa com a tecnologia é algo bastante recente. No ano passado, durante as comemorações de seu 79º aniversário, ele disse que se sentia envergonhado por não ter muita intimidade com computadores e ainda criticou o comportamento das pessoas de usarem smartphones para se isolarem das pessoas ao seu redor, seja dentro do  círculo de amigos ou da própria família dentro de casa. 

E não demorou muito para que sua visão da internet e da tecnologia como um todo mudasse. É claro que ele ainda tem suas ressalvas quanto a tudo isso — como qualquer um de nós —, mas é muito bom ver o líder de uma instituição tão clássica, conservadora e importante destacar o lado bom dos computadores. O ponto interessante é que essa declaração de amor tenha sido feita no mesmo momento em que Francisco se encontrava com o CEO da Apple, Tim Cook.

Via: InfoMoney

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar