[Infográfico] Brasil é o segundo país com maior número de ataques cibernéticos

Por Redação | em 08.11.2012 às 07h10 - atualizado em 09.11.2012 às 15h40

Cyber ataque

Uma pesquisa realizada pelo Ponemon Institute mostrou que a Internet é um ambiente bem menos seguro do que muitos internautas pensam que ela realmente é. O estudo, chamado de "Percepções sobre segurança de rede", traz diversos dados sobre o quão desprotegidas as pessoas estão na web.

Das 583 empresas norte-americanas entrevistadas, 90% tinham sofrido algum tipo de invasão virtual nos últimos 12 meses. Dessas empresas, 59% admitiram que suas redes foram violadas mais de uma vez, e 53% expressaram pouca ou nenhuma confiança de que conseguiriam impedir novos ataques desse tipo no futuro.

Fraude digitais, roubo de propriedade intelectual e danos às redes corporativas já geraram um prejuízo de mais de US$ 1 trilhão, globalmente falando, em apenas um ano.

Saindo um pouco do mundo corporativo, 65% dos internautas de todo o planeta que navegam pela web já foram vítimas dos cibercriminosos, seja por meio de vírus ou roubo de dados e até mesmo cartões de crédito. Se isolarmos apenas o Brasil, teremos um índice de 76% de vítimas, o que nos deixa em segundo lugar no ranking de países mais hackeados.

Quando o assunto é senha, as piores escolhas que você pode fazer para proteger a sua identidade on-line é escolher as  seguintes sequências: senha, 123456 e abc123. Isso mesmo, por incrível que pareça essas ainda são as senhas mais usadas por impressionantes 3/4 dos usuários da web. Bom, mas se até o Banco Central Francês utilizava o famoso '123456' como senha... 

Toda essa pesquisa foi transformada em um belo infográfico pelo pessoal do Mashable. Confira como ficou o resultado.

Infográfico

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar