Primeira parte da maior usina de energia solar do mundo começa a funcionar

Por Redação | em 13.02.2016 às 08h45

Usina de energia solar

O Marrocos concluiu neste mês o processo de ativação da primeira parte da nova usina de energia solar em Ouarzazate, localizada no Saara. Conhecida como Noor 1, a parte inicial da instalação possui espelhos solares em forma de lua crescente, desenhados para tirar o máximo de proveito da luz do sol durante o dia.

Cada um dos espelhos da Noor 1 possui por volta 12 metros de altura e contém uma solução de óleo térmico sintético capaz de absorver a luz e o calor solar de maneira mais eficiente. Em contato com a luz do sol, essa solução pode chegar a 390ºC, servindo para gerar eletricidade por meio do vapor formado para movimentar as turbinas. Toda a tecnologia por trás deste processo também permite a geração de energia durante a noite, pois o óleo térmico pode ser estocado em altíssima temperatura.

As outras duas partes da usina solar marroquina, a Noor 2 e 3, deverão estar prontas para serem ativadas até 2018. Desse modo, a usina inteira terá a capacidade de gerar energia com base em uma área de mais de 24 km², o que representa um espaço maior do que Rabat, capital do país. Ao todo, a usina gerará 580 megawatts de eletricidade, suficiente para 1,1 milhão de pessoas.

O projeto de construção da usina de energia solar inicialmente era cotado para ser criado na Europa. No entanto, vários parceiros desistiram do empreendimento e o Banco Africano de Desenvolvimento, em conjunto com o governo marroquino, trouxe o projeto para o Marrocos. A usina recebeu ao todo investimentos de € 150 milhões do Banco Mundial e do Clean Technology Fund, além de um aporte de € 168 milhões do Banco de Desenvolvimento Africano.

Fonte: The Times of India

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar