Usuários do Google Drive enfrentam problemas nesta terça-feira

Por Redação | em 26.01.2016 às 10h26

Google Drive for Work

Se você que está chegando para trabalhar nesta manhã de terça-feira (26) encontrar problemas com o Google Drive, não se preocupe, você não é o único. Usuários do sistema de cloud computing, principalmente na Europa e Estados Unidos, estão reclamando desde às 8h30 de uma falha que, em alguns casos, dificulta o acesso aos arquivos, e em outros é capaz de simplesmente impedir completamente a utilização do serviço.

No primeiro caso, os usuário encontram problemas de sincronização, com as alterações não sendo feitas ou não surgindo de maneira correta e simultaneamente para todos os usuários, o que se torna um problema principalmente no uso de planilhas. Outros usuários, entretanto, relatam o recebimento de uma mensagem de erro que não informa o que está acontecendo e pede a reinicialização da página ou que novas tentativas sejam feitas mais tarde. Os problemas acontecem tanto na versão mobile do serviço quanto no desktop.

Inicialmente, a falta de um posicionamento do Google fazia parecer que se tratava de um possível problema com operadoras de internet. Isso até a empresa atualizar a página de status do serviço e confirmar que plataformas de produtividade como o Docs, Sheets, Slides e Drawings enfrentam intermitências, além do acesso aos arquivos disponíveis no Drive e mensagens do Gmail. 

Nas mensagens oficiais, o Google reconheceu o problema e disse que estava investigando, mas cerca de uma hora depois afirmou que o serviço estaria restabelecido para uma parcela dos usuários. Em nossos testes, conseguimos acessar normalmente os documentos do Docs, além de ler e responder e-mails por meio do Gmail. O upload e download de arquivos também parece estar funcionando normalmente, apesar de ter apresentado certa lentidão.

Enquanto isso, pelas redes sociais, ainda existem informações sobre dificuldades e inacessibilidades, principalmente da parte de usuários que estão localizados nos Estados Unidos e alguns países da Europa. O Google não deu uma previsão de quando as falhas serão solucionadas permanentemente nem o que as causou.

Fonte: Google

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar