Google traz Cardboard para o iOS e incorpora realidade virtual a apps e sites

Por Redação | em 29.03.2016 às 15h05

VR View

O dia está cheio para os entusiastas do Cardboard, o sistema de realidade virtual de baixo custo do Google. Nesta terça-feira (29), a empresa lança finalmente a versão iOS de seu pacote de desenvolvimento, permitindo que os produtores de softwares tragam aos iPhones as mesmas funcionalidades que já estavam disponíveis nos dispositivos com sistema operacional Android.

Isso significa que, a partir de agora, os desenvolvedores podem criar experiências de VR para os aparelhos, enquanto os usuários passam a utilizá-los também nos óculos de papelão do gigante da web. Literalmente, qualquer pessoa pode baixar as instruções do Cardboard e criar seus próprios gadgets, que envolvem também o uso de lentes específicas para conversão das imagens do smartphone para a realidade virtual.

Com a abrangência maior da tecnologia, o Google está anunciando também o sistema VR View, que vai facilitar a incorporação de imagens em realidade virtual em sites e aplicativos. A ideia é tornar mais simples o processo de utilização do recurso para os desenvolvedores, que com apenas algumas linhas de programação adicionais, já podem utilizar o SDK do Cardboard em suas aplicações existentes.

Afirmando que a boa utilização da realidade virtual pode ser a diferença entre uma aplicação convencional e uma “mágica”, o Google já imagina algumas maneiras com as quais a realidade virtual pode ser atrelada a sistemas do dia a dia. Um aplicativo de viagens, por exemplo, pode fornecer tours virtuais para os usuários, enquanto o de uma imobiliária conseguiria entregar aos usuários uma visão dos imóveis como se o interessado realmente estivesse dentro deles.

O sistema VR View é capaz de converter imagens capturadas em 360 graus para a visualização em realidade virtual, além de adicionar as interfaces necessárias para utilização. A novidade vale tanto para as versões mobile quanto desktop, o que permite também que os felizardos que já possuem o Oculus Rift, ou outros dispositivos do tipo, também desfrutem das novidades.

Toda a plataforma é de código aberto e o material necessário em HTML e Javascript está disponível no Github do Google. Sua utilização, claro, é gratuita, e agora cabe aos desenvolvedores aplicarem as novidades para que elas cheguem às mãos dos usuários.

Fonte: Google

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar