Google pagou US$ 1 bilhão para ter preferência nas pesquisas feitas pelo iPhone

Por Redação | em 22.01.2016 às 09h16

iPhone 6 6s

Perceba que sempre que você faz uma pesquisa pela Siri ou diretamente pelo Safari de seu iOS o resultado é exibido pelo Google. E é irônico que uma das maiores rivais da Apple e dona do principal sistema competidor seja também a ferramenta padrão de buscas em iPhones, iPads e outros dispositivos que ostentam a famosa maçã. Isso era algo que intrigava muita gente e agora o porquê disso finalmente foi revelado: o Google pagou nada menos do que US$ 1 bilhão para que isso acontecesse.

É claro que essa informação não foi divulgada por nenhuma das duas companhias, mas veio à tona a partir da ação judicial da Oracle contra o Google alegando que a gigante da internet havia se apropriado indevidamente de algumas tecnologias do Java no Android. E foi em meio a essa briga que surgiu um documento mencionando o quanto foi pago à Apple para que o iOS utilizasse o mecanismo de busca mais popular do mundo como elemento padrão, ou seja, dando preferência aos seus resultados ao invés de qualquer outro concorrente, como o Bing.

Juntamente com essa descoberta, foi revelado que o acordo envolvia um compartilhamento na receita gerada, provavelmente dos anúncios exibidos. Contudo, não foi explicado como essa divisão acontecia e muito menos de quanto foi o valor gerado a partir dessa parceria bilionária. De qualquer forma, é certo afirmar que não foi pouco e deve ter ajudado a diminuir o impacto nos cofres de Mountain View causados pela “compra” de exclusividade. E o mais curioso é que, ao que parece, a gigante da internet pode ter feito algo semelhante com outras companhias.

Google

Isso porque, segundo o Bloomberg News, a empresa tentou apelar à Justiça norte-americana para fazer com que essa informação presente nos documentos da ação contra a Oracle fosse ocultada por ser sigilosa e sensível. Na alegação, ela afirma que isso pode atrapalhar negociações semelhantes com outras parceiras, ou seja, dando a entender que esse lobby para dar preferência ao seu mecanismo de busca é algo bem mais comum do que imaginamos e presente em outras plataformas. Mais do que isso, é bem provável que nenhuma delas cobre US$ 1 bilhão e a notícia de que esse é o valor pago à Apple vai deixar muita gente descontente e disposta a pedir mais dinheiro.

Outro ponto curioso é que nem o Google e nem a Maçã de Cupertino comentaram sobre esses valores durante suas apresentações de relatórios fiscais nas últimas semanas, o que mostra o quanto eles consideram isso confidencial. O mais perto disso, de acordo com o Mashable, foi uma explicação do Google aos seus acionistas de gastos com materiais de publicidade, negócios e afins.

O mais importante disso é ver o quanto a empresa está disposta a gastar para superar a concorrência. Com isso, fica fácil entender por que o Yahoo! não conseguiu fazer com que suas pesquisas fossem priorizadas no iPhone, como alguns rumores de 2014 apontavam. Com tanta disposição para gastar dinheiro com isso, é realmente difícil encarar o Google.

Via: Bloomberg News, Mashable

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar