Snowden: 'Agentes da NSA repassam entre si fotos íntimas de pessoas comuns'

Por Redação | em 18.07.2014 às 08h15

Edward Snowden

Pouco mais de um ano se passou desde que Edward Snowden divulgou ao mundo o mega esquema de ciberespionagem comandado pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos. Mas, ao que tudo indica, as revelações estão longe de acabar, pois o ex-técnico da entidade contou mais um segredo bastante perturbador: analistas da agência costumam repassar fotos íntimas interceptadas entre si.

A declaração foi feita em mais uma entrevista para o jornal britânico The Guardian, que tornou público o escândalo do monitoramento online no ano passado. Snowden afirma ter testemunhado "inúmeros casos" de funcionários que possuem acesso a registros privados e trocavam entre si imagens contendo nudez e sexo. Todo esse conteúdo, segundo o ex-analista, é de milhões de pessoas comuns, que costumam armazenar essas fotos em dispositivos móveis.

"Você tem caras jovens, de 18 a 22 anos de idade. De repente é confiada a eles uma posição de extraordinária responsabilidade que agora fornece acesso a todos os seus arquivos privados. No decorrer do trabalho diário, eles encontram algo que é completamente não relacionado ao seu trabalho. Por exemplo, uma foto íntima de alguém nu em uma situação sexualmente comprometedora, mas que é uma pessoa extremamente atraente”, explicou Snowden.

"O que eles fazem? Eles viram e mostram para seu colega de trabalho. Então o colega diz: 'Oh, isso é muito bom!'. E então Bill envia a foto para George, que envia para Tom, e mais cedo ou mais tarde a vida inteira dessa pessoa foi vista por todos", completa. O americano diz que o mais surpreendente é que nenhum funcionário suspeito dessas atitudes é descoberto, já que não há segurança e "o sistema de auditoria é incrivelmente falho".

Em nota ao site Ars Technica, Vanee Vines, um porta-voz da agência de inteligência, disse que a NSA possui uma equipe altamente treinada composta por homens e mulheres dedicados. "Como já dissemos antes, a agência tem tolerância zero para violações intencionais das autoridades ou padrões profissionais", afirmou. Caso as alegações de Snowden sobre compartilhamento interno de conteúdo sexual sejam verdadeiras, elas vão de encontro a um caso que chamou atenção em setembro de 2013, quando alguns agentes da NSA admitiram ter espionado arquivos de antigos interesses amorosos.

Asilo na Rússia

Edward Snowden também falou na entrevista sobre sua situação na Rússia. No próximo dia 31 de julho termina seu asilo temporário no país, e a decisão se ele será renovado ou não deve sair na próxima semana. Snowden negou novamente ter qualquer acordo com o governo russo e repetiu que talvez nunca mais volte aos Estados Unidos.

Leia também:

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar