Boeing quer colocar telas gigantes no interior de seus aviões

Por Redação | em 15.01.2016 às 14h55

Boeing conceito

O uso de luzes diferentes para ambientação de acordo com o horário já é comum em aviões que percorrem grandes distâncias, principalmente em voos internacionais, mas a fabricante Boeing deseja levar isso vários passos adiante. E se as aeronaves fossem completamente tomadas de telas LED, que não apenas melhorassem a experiência durante a viagem mas também exibissem informações úteis aos passageiros? É o que a companhia experimenta em um novo conceito, criado por sua equipe de pesquisa e desenvolvimento.

Utilizando displays colocados ao longo de todo o teto da cabine, a novidade não exigiria muita mudança no design atual dos modelos além, é claro, da instalação dos aparelhos em si. Uma das imagens mais bonitas criadas com o conceito, por exemplo, passa a impressão de que o avião possui uma parte superior panorâmica. Durante o dia, poderíamos enxergar imagens do céu, enquanto à noite, o que é exibido são as mesmas constelações e imagens que veríamos caso a cabine permitisse esse tipo de imagem.

O conceito de LEDs se estende também à parte de trás dos assentos, tornando a tela que dá acesso ao sistema de entretenimento à bordo muito maior. Nessa mesma ideia, um display gigante colocado na parte da frente da cabine serviria para, durante todo o tempo, exibir informações sobre o voo, como tempo restante, velocidade e temperatura, além de dados sobre a cidade de destino, além, é claro, das apresentações de segurança que são obrigatórias antes de cada decolagem.

Mais do que melhorar a experiência em termos de luminosidade e informação, a Boeing enxerga essa tecnologia como uma boa para quem tem medo de voar. Ao povoar os olhos do passageiro com dados, informações, entretenimento e imagens bonitas, a empresa reduz a sensação de claustrofobia e a ideia de que se está voando em alta velocidade, a grandes alturas, no interior de uma caixa feita de metal.

Ao observar as imagens, a impressão é que estamos falando de um conceito que está anos no futuro, mas a Boeing garante que toda a instalação foi pensada para funcionar com dispositivos e tecnologias que estão disponíveis no mercado de hoje. Como dá para perceber, as ideias são mais pensadas para voos de longas distâncias e em aviões de primeira classe, mas nada impede que, com sua popularização, todo o mercado ganhe mais conforto por meio desse tipo de inovação.

Fonte: Boeing

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar