Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno estarão alinhados e visíveis a olho nu

Por Redação | em 20.01.2016 às 09h50 - atualizado em 20.01.2016 às 15h28

alinhamento planetário

2016 mal começou e já temos um belo fenômeno astronômico para observar: pela primeira vez em mais de dez anos, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno estarão alinhados no céu e poderemos identificá-los a olho nu entre as estrelas.

O alinhamento dos cinco planetas poderá ser visto a partir desta quarta-feira (20) e continuará visível por um mês, até o dia 20 de fevereiro. De acordo com Dra. Tanya Hill, curadora sênior do Planetário de Melbourne, na Austrália, esse fenômeno se repetirá em agosto deste ano e depois somente em outubro de 2018.

alinhamento planetárioImagem criada pelo Dr Alan Duffy com o software SkySafari mostra como os planetas aparecerão alinhados no céu (Reprodução: Dr Alan Duffy)

Mas atenção moradores de São Paulo e demais cidades grandes: para conseguir observar bem o acontecimento será preciso encontrar um local com céu aberto, longe de edifícios e das luzes artificiais dos centros urbanos. Quanto mais escuro o ambiente estiver, mais visíveis ficam as estrelas e os planetas no céu. Outra dica é acordar cedo, bem cedo. Como o alinhamento ocorre cerca de uma hora antes do Sol nascer, esse será o horário ideal para observar (e registrar) esse acontecimento.

Mercúrio aparecerá bem próximo à linha do horizonte, então talvez seja um pouco difícil de avistá-lo nesses primeiros dias, mas será fácil identificar Vênus e Júpiter, bem como o brilho avermelhado de Marte. Caso esteja um pouco difícil diferenciar os planetas de estrelas, basta esticar seu braço em direção à Lua: o alinhamento dos planetas acontecerá mais ou menos nessa direção. 

Já para quem não dispensa uma mãozinha tecnológica no dia a dia, aplicativos como o Sky Map (para Android) ou o Star Chart (para iOS), por exemplo, podem ajudar (e muito) no momento de observar os planetas. Esses apps mostram um mapa detalhado do céu, informando quais corpos celestes estão na direção em que a câmera estiver apontada.

Star ChartApp Star Chart ajuda a identificar os pontos brilhantes no céu (Reprodução: Divulgação)

Fonte: Phys.org

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar