Descobriram o maior número primo já existente (e ele tem 22 milhões de dígitos)

Por Redação | em 21.01.2016 às 17h05

Matemática

Você deve se lembrar dos números primos, aqueles números naturais que só podem ser divididos por 1 e por eles mesmos, como 1, 2, 3, 5, 7, 11, 13 e por aí vai. Usando a cabeça, é possível estender essa sequência muito longe, mas você tem ideia de qual é o maior número primo já conhecido? Reproduzi-lo aqui se tornaria impossível, mas, acredite, ele tem mais de 22 milhões de dígitos — 22.338.618 dígitos, para sermos precisos.

Chamado de M74207281, ele foi descoberto pelo pesquisador Curtis Cooper, voluntário de um grupo de estudos de números primos chamado GIMPS. O matemático utilizou um dos computadores da University of Central Missouri para chegar ao resultado gigantesco. De acordo com uma publicação feita no site do GIMPS, os números primos são essenciais na área da criptografia, mas o tamanho da nova descoberta torna seu uso inviável neste aspecto. Porém, a sua utilidade foi ressaltada.

“A pesquisa em si tem vários benefícios práticos”, informa o texto. “Historicamente, pesquisas por números primos foram usadas como testes para hardware de computador”, continua a postagem, usando como exemplo a recente utilização do software Prime95, desenvolvido pelo grupo, utilizado para encontrar problemas em processadores Intel Skylake.

Além de tudo isso, o M74207281 merece atenção especial por ser um Primo de Mersenne (leia mais sobre isso clicando aqui), uma classificação rara na qual apenas 48 números se encaixavam até agora — a nova descoberta é o 49º Primo de Mersenne. Tais conjuntos de algarismos recebem este nome em homenagem ao matemático francês, estudioso dos números, Marin Mersenne.

Fonte: GIMPS

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar