Cientistas acreditam que Plutão já abrigou rios e lagos de nitrogênio líquido

Por Redação | em 22.03.2016 às 10h25

Plutão

A sonda New Horizons está a uma distância de quase 300 milhões de quilômetros depois de Plutão. Mesmo assim, ela continua a fornecer informações valiosas sobre o planeta-anão. A mais recente descoberta é que Plutão pode ter abrigado rios e lagos de nitrogênio líquido. Os cientistas dizem que as grandes áreas planas na superfície do planeta-anão são provavelmente resultado de corpos ainda líquidos. Há também redes de ranhuras que provavelmente serviam de caminhos para os rios, que se formavam através do descongelamento de nitrogênio em sua crosta.

"Nós vemos o que todos de nossa equipe olham como um antigo lago", disse o principal pesquisador da New Horizons, Alan Stern, durante a Conferência Científica Lunar e Planetária. Apontando para imagens capturadas pela sonda New Horizons, Stern disse que "é difícil chegar a um modelo alternativo que poderia explicar a morfologia". Os cientistas pensam que o gelo na superfície de Plutão, localizado a 5,9 bilhões de quilômetros do Sol, derreteu por causa da rotação estranha do corpo celeste no espaço.

"Grande parte de Plutão é tropical", explica Richard Binzel, do MIT. Assim como o eixo inclinado da Terra possibilita a mudança de estações, bem como congelamento dos polos, Plutão funcionaria de maneira similar. No entanto, a Terra possui uma inclinação de 23 graus em seu eixo em torno do Sol, enquanto Plutão possui os polos inclinados em 120 graus. Isso significa que os trópicos e a linha do equador do planeta podem se estender até o norte do planeta, dependendo de sua posição em relação ao Sol. Essa inclinação foi alterada ao longo do tempo, visto que Plutão possui uma órbita quase oval, que o deixa mais perto e mais longe do Sol em algumas épocas.

A New Scientist acredita que o planeta teria chegado a um clima quente há cerca de 800 mil anos devido a sua inclinação de 103 graus. Com uma pressão atmosférica maior que a encontrada em Marte, o nitrogênio poderia ter derretido. Apesar do nitrogênio líquido não estar mais presente, os cientistas acreditam que o pequeno planeta ainda pode abrigar alguma umidade.

Via The Verge

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar