CES

Netflix anuncia expansão para mais 130 países durante a CES

Por Redação | em 07.01.2016 às 10h43 - atualizado em 07.01.2016 às 12h47

Netflix

A Netflix anunciou durante a CES 2016 que expandirá seu serviço de streaming para mais 130 países. O anúncio foi feito pelo cofundador e CEO da empresa, Reed Hastings, durante o evento. Com o anúncio, a Netflix torna-se a maior rede de televisão do mundo.

Até então, o serviço estava disponível para apenas 60 países ao redor do mundo, e em breve atuará num total de 190 nações. A demora para expandir o serviço para outras regiões se deve ao dificultoso trabalho de fechar contratos envolvendo direitos autorais com representantes legais de cada um dos países. Apesar dos esforços e da grande expansão, que triplicou o número de países que a Netflix agora está presente, muitos países ficaram de fora, como é o caso da China.

"Vocês estão testemunhando um momento histórico que é parte de uma revolução televisiva, o nascimento de uma nova rede mundial de TV por internet. Chega de ficar refém da grade de horários, o controle está nas mãos do usuário", afirmou Hastings pouco depois de realizar o anúncio da expansão. O projeto de estar presente em um número maior de países consumiu boa parte dos esforços e dos recursos financeiros da empresa ao longo dos últimos dois anos.

De acordo com Hastings, a companhia também planeja melhorar a compressão de dados para que o serviço possa rodar com rapidez em qualquer dispositivo em redes de qualquer qualidade. "Fazemos isso de graça porque queremos ajudar as operadoras a gerenciar o tráfego dos nossos usuários em suas redes", declarou. O executivo também afirmou que até o final do ano o conteúdo oferecido pela empresa e sua tecnologia de transmissão será compatível com o High Dynamic Range (HDR), que está presente em grande parte das televisões lançadas durante a CES 2016.

Com a notícia, as ações da Netflix dispararam com ganhos de 9,30%, sendo cotadas a US$ 117,72 na Bolsa de Nova Iorque, em dia em que a sessão fechou com baixa de 1,5%. A expectativa dos acionistas é compreensível, visto que com o grande aumento de alcance de seu serviço, a Netflix pode aumentar bastante a sua receita nos próximos trimestres.

Fonte: The New York Times

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar