Apple comemora 1 bilhão de usuários ativos em seus produtos

Por Redação | em 27.01.2016 às 08h20 - atualizado em 04.02.2016 às 17h28

Apple

A Apple inicia 2016 com uma marca incrível e bastante invejada. Durante a apresentação de seus resultados financeiros do último trimestre, a empresa revelou que possui nada menos do que 1 bilhão de dispositivos ativos em sua base de usuários. Esse é o número somado de iPhones, iPads, iPods Touch, Macs, Apple TV e Apple Watch espalhados pelo mundo e, mais importante, representa o total de consumidores em potencial de aplicativos e demais serviços para os sistemas da Maçã.

De acordo com Tim Cook, essa marca já está um pouco desatualizada e, na verdade, os números reais seriam um pouco maiores. Ainda assim, 1 bilhão é muita gente e muitos dispositivos rodando por aí. Por mais que a gente já tenha visto a companhia comemorando a venda de 1 bilhão de iOS no ano passado, desta vez a coisa é um pouco mais diferente. Como o site TechCrunch aponta, há uma diferença muito grande entre unidades vendidas e aquelas que foram ativadas.

Um produto vendido não é necessariamente algo que chegou na mão do consumidor, uma vez que ele pode ficar acumulando poeira no estoque de alguma revenda. Assim, quando a Apple chega e diz que a sua base de usuários conta com um 1 bilhão de aparelhos ativados, isso sim representa o total de dispositivos em funcionamento de verdade. É claro que, em ambos os casos, os executivos em Cupertino vão receber o dinheiro, mas a nova informação ajuda a nos fazer imaginar o real alcance de seus produtos.

Além disso, outro detalhe importante se esconde por detrás do anúncio da Apple. Embora o 1 bilhão seja mesmo um valor mais do que expressivo, ele não representa somente o iOS, mas toda a linha de produtos da fabricante. Isso não é algo ruim, mas diminui um pouco do impacto em torno do iPhone diante dos aparelhos Android, por exemplo. Ainda assim, Tim Cook vê nesse total uma conquista enorme — como de fato é — por representar bem o desempenho da companhia ao longo do último trimestre, com recorde vendas não só do smartphone, mas também da nova Apple TV e do Apple Watch.

Em questão de valores, Cook comemorou as vendas dos demais produtos da Apple, ou seja, de tudo aquilo que não é smartphone, tablet ou computador. Assim, entre o seu relógio inteligente e o acessório para TVs, a empresa obteve uma venda recorde de US$ 4,35 bilhões nos últimos três meses. Isso representa um crescimento de 62% em relação ao mesmo período do ano anterior — o que é mais um número a ser comemorado.

Via: TechCrunch

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar