39

Windows 8: reviramos o sistema operacional. Será que ele é bom mesmo?

Por Pedro Cipoli RSS | 30.10.2012 às 12h45

Windows 8

Tivemos a oportunidade de experimentar a nova versão do sistema operacional da Microsoft em computadores convencionais e gostamos bastante do que vimos, embora existam alguns 'poréns' específicos que devemos considerar. A interface Metro (ou qualquer outro nome que a Microsoft vá utilizar) aparece como o principal atrativo dessa nova versão, que, embora traga uma nova maneira de utilizar o computador, não chega a ser complicada. Depois de pouco tempo é fácil lidar com os azulejos da tela inicial, dando a impressão de que já os utilizamos há tempos.

Naturalmente nem todos os recursos são tão intuitivos quanto a Microsoft quer que acreditemos. Como não há o bom e velho botão Iniciar com todos os programas instalados, ficamos um pouco confusos sobre como utilizar aplicações não-Metro, afinal, não está escrito em lugar nenhum que temos que segurar o botão do Windows + X, atalho que abre um menu com algumas das opções que estamos acostumados na versão anterior.

O Windows 8 muda a interface que vem sendo utiliza

O Windows 8 prioriza a interação através de telas sensíveis ao toque e touchpad. Seguindo a tendência de perda de importância dos PCs, usuários de notebook cada vez mais se acostumarão a utilizar o touchpad e todos os atalhos pré-programados, aposentando finalmente o mouse. Tanto que empresas como Logitech e a própria Microsoft estão colocando à venda no mercado modelos de touchpads para serem utilizados inclusive no desktop.

A versão voltada para PCs e laptops (que não é a mesma utilizada no Surface anunciado no evento de lançamento) suporta múltiplas interações, então o usuário poderá esperimentar cada uma delas (touchscreen, touchpad ou mouse) e descobrir qual se sente mais familiarizado para utilizar a longo prazo. Para nós, a combinação de tela touchscreen e mouse acabou sendo a preferida.

Metro

Um ponto que nos surpreendeu é a leveza dessa nova versão.  Mesmo rodando em uma APU C60 da AMD, com humilde configuração dual-core 1,2 GHz, o Windows 8 estava bastante fluido, visivelmente exigindo menos recursos do que o Windows 7. Esta é a primeira vez que a Microsoft desenvolve um sistema que exige menos recursos do que a versão anterior. 

Algo que merece destaque é que o Windows 8 prioriza mais o processamento gráfico do que o Windows 7, então, usuários que estão pensando em comprar ou mesmo montar uma nova máquina para instalar o sistema devem investir mais na placa de vídeo do que em processador para ter uma melhor experiência. Mesmo processadores com gráficos integrados são capazes de lidar sem problemas com esta nova versão.

Primeiras impressões do Windows 8

Para quem pretende instalá-lo na máquina atual, recomendamos pelos menos atualizar a placa de vídeo, e nada de acreditar na propaganda que 1 ou 2 GB de memória RAM é o mínimo necessário para rodar bem o sistema. É importante ter pelo menos 4 GB de memória, pois nada pior do que ter belas transições de tela que travam ou ficam engasgando toda vez que utilizamos o bom e velho Alt + Tab.

Uma dúvida que nos ocorreu foi sobre como o mercado corporativo ira reagir a essa nova versão. Afinal, brincar com os Titles, navegar na internet e jogar algum game casual pode ser até ser divertido, mas será que o Windows 8 está pronto para ser instalado em uma estação de trabalho? Nesse ponto não vimos grande benefício em relação à versão anterior, pois aplicações corporativas terão mais espaço na interface desktop do que na Metro.

Metro

Agora a dúvida que incomoda muitos usuários: vale a pena atualizar para o Windows 8? Novas interfaces sempre chamam a atenção e aguçam a curiosidade, mas será que existe algum benefício real? Se a máquina ainda roda o Windows XP e o Vista, a resposta é sim. Mas para quem possui o Windows 7, talvez seja melhor esperar um pouco. A Windows Store ainda oferece poucos aplicativos, não chegando a ser um grande atrativo no momento. Navegamos por ele e poucas aplicações foram otimizadas para o Metro, como é o caso do Evernote.

Ansioso para instalar o Windows 8? Ou já instalou na sua máquina? Conte para nós nos comentários!

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

RECEBA NOSSAS
NOTÍCIAS POR E-MAIL
ASSINE NOSSA NEWSLETTER DIÁRIA