6

Ypy S450: o modelo básico e bonito da Positivo

Por Pedro Cipoli RSS | 04.02.2014 às 19h40

Vitrines

O Positivo Ypy S450 traz uma característica essencial para um modelo básico que quer alcançar algum sucesso: traz um processador dual-core. Sério, pessoal, já passamos da época de ver o Android rodar em processadores single-core, e mesmo que um quad-core não seja estritamente necessário, é difícil falar de experiência de uso em um modelo que não vem com ao menos 2 cores. Esse, naturalmente, não é o único diferencial do S450, então vamos conhecê-lo em detalhes.

Design

Para quem já viu um Blackberry Z10 alguma vez na vida, o S450 parece um irmão caçula. Proposital ou não, essa semelhança é uma das primeiras características que vem à mente quando o pegamos pela primeira vez, o que não chega a ser ruim. O Z10 pode ter sido um fracasso de vendas e ter um preço exorbitante, mas isso não tira o mérito que ele tem de ser um aparelho bastante bonito. Porém, e infelizmente, a Positivo não teve o mesmo cuidado em todo o gadget.

Dizemos isso pois a parte de cima possui espaços tão salientes que lembra muito o encaixe de peças de Lego. Não esperávamos um design tão refinado, normalmente reservado a aparelhos mais caros, mas essa parte em especial nos deixou bastante tristes. Algo como "quase um Android muito bonito e de preço acessível", e não que seja um ponto definitivamente negativo, mas que, em uma escala de 0 a 10 tiramos uns 3 pontos só por essa região do produto em especial.

A construção é inteiramente feita de plástico com uma leve curvatura na parte de trás, não sendo desnecessariamente fina com 9 mm de espessura. O encaixe nas mãos nos agradou bastante. Conseguimos alcançar todos os pontos da tela de 4 polegadas com apenas uma das mãos, uma característica essencial para alguns usuários. Ele também é bastante leve com 121 gramas e possui uma excelente distribuição de peso, parecendo mais leve do que realmente é.

Com resolução 480x800 distribuídas em 4 polegadas, temos uma densidade de pixels de 233 pontos por polegada quadrada, um bom valor para um modelo básico. Não temos a tecnologia LED, mas um LCD de boa qualidade e IPS, o que combinado é capaz de fornecer uma boa experiência de uso para o usuário. Ela ainda está longe da qualidade de uma tela HD, mas é capaz de satisfazer ao usuário médio.

SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450
SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450
SMARTPHONE POSITIVO Ypy S450 slideshow lupa

Performance

Como dissemos, um dos maiores trunfos do Ypy S450 é não trazer uma configuração tão básica que estrague a experiência de uso. Muitos fabricantes equipam seus modelos de entrada com processadores de apenas um núcleo, insuficiente para rodar o Android com um desempenho minimamente aceitável (sério, pessoal: fujam dos Androids single-core na hora de comprar um aparelho).

Isso, aliás, levanta uma discussão interessante, afinal, outras plataformas já abandonaram modelos single-core há algum tempo (iPhones, Windows Phones e Blackberrys). Só que alguns fabricantes insistem em colocar no mercado modelos previsivelmente lerdos, mas isso é assunto para um outro artigo. O Ypy S450 conta com um processador dual-core de 1,2 GHz e 512 MB de memória RAM (com cores ARM não modificados) – nada fantástico, sabemos, mas capaz de atender com competência o usuário básico.

Em nossos testes observamos algumas lentidões e travamentos, em especial com vários apps abertos ao mesmo tempo. Isso é devido, em grande parte, aos 512 MB de memória RAM (olha só, assunto para mais um artigo), mas ele conseguiu rodar alguns games casuais (Candy Crush Saga, Cut the Rope e Where's my Water?, por exemplo) sem problemas, assim como apps de produtividade como o Evernote e Wunderlist.

Um ponto que geralmente não gostamos na maioria dos Androids é que os modelos costumam vir com uma quantidade enorme de apps pré-instalados, ficando carregados na memória quer você use ou não. No Ypy S450 temos alguns apps que a maioria dos usuários costumam instalar logo que ligam o aparelho, como Facebook e WhatsApp, o que facilita a vida do usuário básico, mas não exclui o fato que não podem ser desinstalados, um ponto negativo na nossa opinião.

Porém, temos que ser um pouco relativistas aqui, já que o foco nesse modelo é o usuário básico, então a perda de desempenho causado por apps que ele provavelmente irá utilizar não chega a ser tão ruim, já que pelo menos não temos jogos e apps inúteis que nunca seriam utilizados se não viessem pré-instalados. E outra, a interface é completamente em português, sendo basicamente uma leve camada de recursos em cima do Android original (versão 4.2 Jelly Bean). Ela não traz uma interface própria da Positivo, um ponto positivo em nossa opinião (sem trocadilhos).

Câmera e extras

O Android 4.2 Jelly Bean que vem de fábrica é basicamente o Nexus original, como vimos acima, contando somente com o suporte aos sensores e câmera da Positivo. A câmera traseira é de 5 megapixels e é capaz de tirar boas fotos para o Facebook ou Instagram, mas não é capaz de gravar em HD. A câmera frontal é VGA. Nenhuma das duas oferece um nível de qualidade acima da média, mas são suficientes para atender ao usuário básico.

Um dos pontos positivos do Ypy S450 é que ele traz 4 GB de memória interna, e não a bagunça que a Positivo fazia nos modelos antigos. Em modelos mais básicos, quando ela dizia que tal produto possuía 4 GB de memória ROM, isso significava 1 GB de ROM mais um cartão SD interno de 4 GB. Isso pode parecer uma diferença pequena, mas tem um grande impacto no desempenho final e elimina a responsabilidade do usuário de ter que ficar transferindo os apps entre um tipo de armazenamento e outro.

A conectividade sem fios é padrão, com Wifi B, G e N, Bluetooth 4.0 e GPS com A-GPS, embora a renderização dos mapas seja consideravelmente lenta. A bateria é de somente 1400 mAh, o que explica o baixo peso do modelo, e em nossos testes conseguiu segurar o YPY S450 por um "dia útil" (acordar, ir ao trabalho, voltar e colocá-lo para carregar novamente). Este é um mal resultado em nossa opinião, já que é menos do que um dia inteiro de uso.

Conclusão

Encontramos o Positivo Ypy S450 à venda por um preço bem camarada de R$ 500 em uma série de lojas de departamentos, valor bastante acessível para usuários que não querem investir muito alto em um smartphone de entrada e, claro, já sofreram com modelos simples demais com processadores de apenas um núcleo. Podemos considerá-lo um modelo que oferece o mínimo de experiência na plataforma Android, com um bom conjunto de recursos em relação ao preço cobrado.

Vantagens

  • Excelente relação custo-benefício
  • Design acima da média para um modelo básico
  • Dual-chip (com dual-standby)

Desvantagens

  • Bateria muito pequena
  • Câmera não filma em HD
Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

FIQUE ATUALIZADO
RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS POR E-MAIL