Piloto de Legends of Tomorrow dá sinais de futuro sombrio

Por Gustavo Rodrigues RSS

Legends of Tomorrow

Após os sucessos de Arrow e The Flash, a DC e o canal CW decidiram investir mais ainda em seu universo televisivo ao utilizar personagens já conhecidos pelo público na recém-lançada Legends of Tomorrow. Com um enredo que claramente abusa de viagens temporais, mostrando inspiração clara nas tramas de Barry Allen, o piloto da série abusa do didatismo ao explicar conceitos e peca ao introduzir o envolvimento dos personagens.

Na trama, Rip Hunter (Arthur Darvill) viaja do ano 2166 para 2016 em busca de um grupo de indivíduos capazes de ajudá-lo a combater Vandal Savage (Casper Crump), que enfim conseguiu conquistar o mundo. Os recrutados são Ray Palmer/Átomo (Brandon Routh), Sara Lance/Canário Branco (Caity Lotz), Chay-Ara/Kendra Saunders/Mulher-Gavião (Ciara Renée), Khufu/CarterHall/Gavião Negro (Falk Hentschel), Mick Roy/Onda Térmica (Dominic Purcell), Leonard Snart/Capitão Frio (Wentworth Miller) e o Professor Martin Stein (Victor Garber) e Jefferson Jackson (Franz Dremeh) como metades do Firestorm. 

Todos já foram apresentados nas séries do Arqueiro Verde e do Flash, entretanto a química entre eles é quase nula no piloto. Mesmo que algumas situações forçadas sejam apresentadas, como personagens inteligentes se maravilhando com a espaçonave Waverider ou uma briga de bar que não acrescenta muito ao desenvolvimento da trama do episódio, nenhum deles era realmente alguém que chamava atenção nas séries em que foram introduzidos, apenas coadjuvantes com pequenas participações importantes. 

O elemento surpresa aqui é Rip Hunter. Ele é o fio condutor da equipe e o único capaz de funcionar como líder, mas não possui o carisma de Barry Allen (Grant Gustin) e nem o charme apelativo de Oliver Queen (Stephen Amell), os protagonistas de The Flash e Arrow, respectivamente. Mesmo com um belo sotaque britânico, o personagem precisa crescer em profundidade, principalmente em relação a sua atemporal rivalidade com Vandal Savage, para poder agradar o típico fã da CW.

Damien e Vandal Savage

Legends of Tomorrow é mais um exemplo de como a série do Flash traçou os planos da DC na televisão depois de sua estreia. Além de ter dado mais fantasia a Arrow e de certa forma preparado o terreno para Supergirl, as viagens no tempo da primeira temporada mostram o quanto esse conceito pode ser viável nas histórias de super-heróis. Por isso, o derivado pode abusar de um elemento de sucesso para trabalhar com idas e vindas no tempo, reviravoltas e até contar com possíveis elementos muito bem estabelecidos nas séries já consolidadas. Tal recurso também pode ser abusado quando os índices de audiência forem baixos e a presença de um rosto mais conhecido for importante.

Os efeitos especiais do início do piloto mostrando o ano de 2016 são bastante bonitos para uma série televisiva com um orçamento não tão grandioso, mas a qualidade parece decair conforme o episódio avança. Tanto o confronto com Cronos quanto os voos dos Gaviões não parecem tão bem feitos - isso sem contar o "desaparecimento" dos dois jovens que avistam a Waverider. Outro problema é o número de explicações feitas sobre viagem no tempo, Vandal Savage e o relacionamento infinito de Carter Hall e Chay-Ara. Felizmente, o Professor Albus Boardman (Peter Francis James) é um personagem bastante complexo e profundo, chamando muito mais atenção do que boa parte do elenco principal.

Legends of Tomorrow precisa trabalhar bastante na profundidade de seus personagens e em como eles se relacionam para cair no gosto popular, assim ela pode parecer tão divertida e envolvente como The Flash sem criar uma trama que precise dos grandes nomes do universo televisivo da DC.

O segundo episódio da série, que é considerado a parte 2 do piloto, vai ao ar nos Estados Unidos nesta quinta-feira (28). No Brasil, a série estreia em 18 de fevereiro no canal pago Warner Channel.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar